domingo, 10 de abril de 2011

Duzentos anos de Razão e Sensilidade

AUSTEN, Jane. Razão e Sensibilidade (edição bilíngue) - Sense and Sensibility/ Jane Austen; (tradução e notas Adriana sales Zardini) - São Paulo: Editora Landmark, 2010.



Razão e Sensibilidade (Landmark, 2010, 447 páginas)
- primeiro livro publicado (1811) de Jane Austen, mas não o primeiro escrito por ela - narra as desventuras das irmãs Dashwood: Elionor e Marianne.
Após a morte do pai, Elionor, Marianne, Mr. Dashwood e Margaret (a irmã caçula) são obrigadas a mudar de seu antigo lar para um pequeno chalé cedido por um parente distante. Em meio a decadência financeira, Elionor que encarna o arquétipo da razão descobre o amor e suas adversidades na figura do pouco expressivo Mr. Ferras. Sua irmã Marianne, arquétipo da sensibilidade, também encontrará o amor na figura de Willoughby. Vivendo de forma intensa seus benefícios assim como sofrendo dráticamente as desiluções do mesmo, para depois encontrar calmaria no amor do Coronel Brandon.
A narrativa apresenta ainda outros personagens que provocam risos e antipatia no leitor. No primeiro grupo podemos citar Mrs. Jennings e Sir John Middleton. Já para o segundo, Fanny Dashwood, John Dashwood e Lucy Steel.
Um execelente livro! Indispensável a qualquer um que goste dos romances de Jane Austen e recomendável para todos que gostam de uma boa leitura.





5 comentários:

Adriana Zardini disse...

Obrigada por divulgar minha tradução. Que bom que você gostou!

Dayana disse...

Oi Adriana,
acompanhava seu blog sobre a Jane Austen, mas não sabia que a tradução de Razão e Sensibilidade da Ed. Landmark é sua. Que legal!
Sim, eu gostei bastante do livro e suas notas de rodapé ajudam bastante em alguns momentos. Parabéns pela tradução.

Adriana Zardini disse...

Que bom qeu gostou Dayana! Eu também traduzi Mansfield PArk, porém você deve comprar a segunda edição de 2010, ok?

Dayana disse...

Ok. Mansfield Park é uma das obras da Jane Austen que faltam para minha coleção.

Adriana Zardini disse...

Espero que goste Dayana!